Get Adobe Flash player

Conheça nova Fan Page no Facebook

Gostaríamos de divulgar a todos nossos clientes e amigos que estamos com uma fan page nova no Facebook.

Visite-nos, interaja com a gente  e deixe a sua opinião.

 

Fan Page Recanto Campestre – Espaço Canino

Vacinação, um ato de amor ao seu cão.

Vacinação, um ato de amor ao seu cão.

É, sem dúvida, o cuidado mais importante tanto para o filhote como para o cão adulto. Os animais devem ser iMuito importante vacinar seu cão na hora certamunizados antes de começarem a freqüentar as ruas. Existem muitas doenças virais que podem acometer os cães e são causadoras de um grande número de mortes, principalmente nos filhotes. Para ser vacinado, o animal deve estar saudável, sem frebre ou diarréia, e previamente vermifugado.

Se isso não for observado, pode ocorrer falha vacinal, ou seja, o organismo não responder plenamente à vacinação.

As vacinas que seu cão deve receber e intervalos entre as doses devem ficar a critério do veterinário que irá cuidar de seu animal. As vacinas múltipla (V8 ou V10) e anti-rábica são obrigatórias em qualquer esquema de vacinação. Abaixo, um calendário para a vacinação de filhotes, com as vacinas existentes no mercado:

CÃES:
vacinas – múltipla (V8, V10 ou similar), tosse dos canis, anti-rábica e giardíase
- 45 a 60 dias: 1a. dose vacina múltipla*
1a. dose vacina contra Giardia
vacina contra a Tosse dos canis
- 21 dias após a 1a. dose: 2a. dose vacina múltipla
2a. dose vacina contra Giardia
- 21 dias após a 2a. dose: 3a. dose vacina múltipla
- a partir de 4 meses de idade: anti-rábica

Este quadro mostra todas as vacinas disponíveis no mercado. Cabe ao veterinário decidir o melhor esquema para cada animal.

* cinomose, hepatite, parvovirose, 4 tipos de leptospirose, coronavirose, parainfluenza, laringotraqueíte

Cães adultos que nunca foram vacinados ou filhotes que já passaram da época de vacinação devem receber 2 doses de vacina múltipla (intervalo de 21 dias entre elas) e 1 dose de vacina anti-rábica. Isso também vale para cães de procedência desconhecida, quando não se tem conhecimento ou certeza sobre o histórico de vacinação.

Além dessas vacinas, existe a imunização contra a leishmaniose ou calazar, uma importante zoonose (doença que pode ser transmitida ao homem pelo animal). Essa vacina é aplicada em regiões onde a doença é comum e deve ser antecedida de exames para detectar se o cão já tem a doença.

Não se deve vacinar filhotes com menos de 45 dias de idade, a menos que a cadela nunca tenha sido vacinada, pois as vacinas podem ser inativadas pelos anticorpos passados da mãe para a cria.

Para mais informações sobre este assunto tão importante para seu cão, visite o site da WebAnimal, no link abaixo.

fonte: Site WebAnimal

Alimentação, segurança e cuidados médicos

Alimentação, segurança e cuidados médicos devem ser prioridade antes de escolher o local

As opções de recreação nos hotéis para cães são inúmeras, mas nada substituiu o cuidado do próprio dono. Mais do que ficar atento à infraestrutura do local onde o animal ficará hospedado, o proprietário deve observar mudanças na alimentação, lembrar-se das vacinas e também analisar o retorno Dicas para hospedar seu cãoao lar depois das “férias”, segundo Alexandre Rossi, o Dr. Pet.

- Se a clínica oferece ração, o ideal é que a troca seja feita antes da hospedagem para que o animal não sofra nenhuma indisposição. Além do estresse de estar em um ambiente desconhecido, o cãozinho pode sofrer uma diarreia e ficar suscetível a doenças.

Dr. Pet explica que o cachorro, independentemente da raça, possui micro-organismos no seu intestino, responsáveis pela produção de enzimas. Quando ocorre alguma mudança na alimentação, há um desarranjo, o que acaba abrindo a porta para as bactérias maléficas. Somando ao animal estressado, há uma situação perfeita para o desenvolvimento de doenças.

A responsabilidade, neste caso, é do dono. Se o animal já tiver um histórico de sensibilidade a mudança nos padrões alimentares, valerá mais a pena levar a ração ou a comida com a qual ele está acostumado.

publicado em 07/07/2011 às 12h15, no Portal R7

Clique aqui para ler a reportagem completa

Guia de Raças na Internet

Um site muito interessante que indicamos para você é o Guia de Raças  (http://www.guiaderacas.com.br). Nele você pode encontrar muitas informações sobre cada raça, com dicas de temperamento, cuidados, links oficiais, sugestões de livros e muito mais.

Então, não deixe de visitar esta página e conhecer mais sobre seu melhor amigo.

 

Frontline – Como funciona

Todos os produtos da linha Frontline, ou seja, Frontline Spray, Frontline TopSpot e Frontline Plus, possuem ação adulticida proporcionada pela substância fipronil.

Frontline Plus contém, além do fipronil, um inibidor de crescimento, a substância S-metopreno.

Veja abaixo seu modo de ação. Frontline - Como funciona - Recanto Campestre

Adulticida

O adulticida é o responsável pela morte das pulgas, carrapatos e piolhos adultos que estão nos animais.

Este revolucionário princípio ativo age no sistema nervoso central dessas pragas, matando-as imediatamente após o contato com o pelo ou pele, sem que seja necessário que o animal seja picado.

Isso ocorre pelo simples contato do produto com esses parasitas.

Inibidor e Crescimento

Já o inibidor de crescimento impede que ovos e larvas de pulgas se desenvolvam, formando novas pulgas.

Assim, o ciclo de vida dessas pragas é interrompido e a reinfestação do ambiente controlada.

fonte: Site da Frontline